Pais falam honestamente sobre por que se arrependem de ter tido filhos

A melhor analogia seria que, em vez de ser você mesmo, você está representando um roteiro, dia após dia, de fingir estar entusiasmado com algo que você odeia. Que te desgasta. Você gostaria de se libertar e ser você de novo.

Leia o post completo aqui.

Anúncios

5 comentários sobre “Pais falam honestamente sobre por que se arrependem de ter tido filhos

  1. Tatyana França disse:

    Oi, Carol. Cheguei ao seu blog justamente através de seu comentário no artigo citado! Achei corajoso de sua parte criar um blog para falar sobre esse assunto. Por motivos diversos, ainda é difícil para os pais que odeiam ser pais falar sobre isso, até mesmo com pessoas próximas. Bom, é o que vejo e acho, não falo com conhecimento próprio, pois não sou mãe (nem pretendo ser).

    A mídia endeusa muito a maternidade e raramente vemos algo que diga o contrário. Um dos poucos meios onde vi falando um pouco sobre o assunto foi no filme “Sex and the city – 2”. Se vc não acompanhou o seriado: são 4 mulheres de seus 30 / 40 anos e os conflitos de cada uma. Lançaram 2 filmes depois que o seriado acabou.

    No segundo filme, as 2 personagens que são mães conversam sobre o assunto, enquanto bebem (pra tomar coragem de admitir certas coisas). Uma delas teve uma gravidez não planejada, optou por ter a criança, mas comentava que AMAVA trabalhar, então dedicar-se apenas ao filho era algo que nunca iria satisfazê-la plenamente. A outra personagem tinha 2 filhas. Ela sempre quis ter uma família, tinha um marido que a amava, uma babá pra ajudar, mas estava tendo dificuldades com a maternidade e não ousava dizer isso em voz alta.

    Aqui a cena, caso vc queira ver: https://www.youtube.com/watch?v=f3lmrb73VHc

    Lá no artigo onde vi seu comentário falando sobre seu blog, vi também uma pessoa perguntando se vc tinha procurado ajuda, tipo alguém para conversar. Acho que cabe a você decidir se é bom ou não buscar um psicólogo, mas pessoalmente penso que seu blog já é um ponto de partida, um conforto para sua situação. Você não vai deixar de ser mãe, filho é pra sempre. Então, desabafar, seja com psicólogo ou no seu blog, vai te fazer seguir melhor.

    Um abraço e boa sorte em sua jornada!

    Curtido por 1 pessoa

  2. abcd efgh disse:

    Eu vi este filme do sex and the city. Quer dizer, uns 10 minutinhos na tv, e nem sabia que era filme, mas percebi, agora que a Tatyana falou. A mulher das duas filhas está fazendo cupcakes e as filhas fazem a maior bagunça na cozinha, derrubam coisa, se sujam, e até colocam as mãos de creme sujas no traseiro dela, fazendo um “carimbo”. Ela, desesperada, corre para a despensa, se tranca e começa a chorar copiosamente, enquanto as filhas do lado de fora batem na porta sem parar chamando “mamãe!”, hehehehehe.

    Curtir

  3. Mónia Cintra disse:

    Tenho visto os vossos comentários e dou graças a Deus haver gente que me perceba mesmo sem me conhecer. Ser mãe devia ser maravilhoso. Ser mãe não me assusta. O que me assusta é a ingratidão que aqueles seres tão queridos e tão nossos são capazes de ter connosco. Assusta-me nós querermos tanto o seu bem que acabamos por nos prejudicar, mesmo sem querer. Assusta-me serem esses tão queridos filhos que forçam a nossa decadência.
    Como eu desejaria nunca ter sido mãe!!

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s