“Pula, pula!”

Ter filhos é igual a uma piscina gelada: a primeira idiota pula e depois fica fingindo que a água está uma delícia, só para outras idiotas pularem também.

Anúncios

15 comentários sobre ““Pula, pula!”

  1. Debora Gonçalves disse:

    Se matem!!! Ou melhor, doem seus filhos a uma instituição! Não é crime! Crime é fazer uma criança crescer ao lado de alguém que simplesmente detesta eles, e usa expressões como estas para definir o que é maternidade! Não condeno vcs, cada uma sabe onde o sapato lhe aperta! Mas que é mto triste ler coisas assim é!

    Curtido por 1 pessoa

    • ‘Se matem’ Cara, se a gente fizer isso, as crianças ficarão desamparadas. Já parou para pensar que muitas delas só têm a mãe e mais ninguém? E outra, você disse que não condenava. Mas se está mandando a gente se matar, você condena de antemão. Coerência, please.
      E outra “doem seus filhos a uma instituição” Hahahahaha Tá achando que é simples assim? Que é igual a filme, só deixar na cestinha na porta do orfanato? E meu filho tem 12 anos; idade bem legal para se abandonar, né? 😛
      E outra: ninguém aqui foge às responsabilidades, não! Todas as mulheres que me mandam mensagens e que participam de grupos de apoio fazem de tudo para criar bem seus filhos. Melhor até do que muita mulher aí que adora dizer que ama ser mãe, mas que mal olha pra cara do filho. Pelo menos não somos hipócritas. Nós apenas descobrimos que a maternidade não é um mundo bacana (e, sim, meu filho foi planejado, eu QUIS ser mãe) e temos o direito de nos expressar.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Natalia Moreira dos Santos disse:

    Preciso dizer que…TER FILHOS É COMO FAZER UMA TATUAGEM NO ROSTO…VC TEM QUE QUERER MUITO,PQ SE NAO TODOS OS DIAS VC VAI SE OLHAR NO ESPELHO E FALAR…QUE MERDA QUE EU FIZ ….

    Curtir

  3. Pensei contra a minha própria vida ontem. Desabafei com uma vizinha e ela pediu que eu pensasse na minha filha. Eu disse que aí que eu tinha mais vontade de morrer ainda.
    Ninguém entende!!!
    Obrigada por vocês existirem.
    Não estou sozinha.

    Curtir

  4. Glaucia disse:

    Me casei a pouco e tem toda aquela pressão por ter filhos ,inclusive do meu marido. Estou adiando o máximo que posso porque não tenho certeza se quero. Perdi minhas melhores amigas para a maternidade. Se tornaram criaturas insuportáveis, apáticas para a vida, descuidaram de si mesmo. Será que vale tanto a pena?

    Curtir

    • Débora disse:

      Olá Glaucia, tbm estou na mesma, muito pressão, mas a que mais me preocupa é a do meu marido, porque já propus a ele a separação, sei que não posso impedi=lo de ser pai, mas ele não quero, nós nos amamos muito e acho que ele tem esperança de me convencer um dia

      Curtir

  5. Mayra Fernandes disse:

    Nossa era essa frase que eu tanto buscava pra definir o que eu sinto sobre a maternidade não é legal ser mae…uma doação total da sua vida difícil continuar seus afazeres depois da chegada do filho

    Curtir

  6. Elisa disse:

    Gente, que “tudo” esse blog. Achei que eu era doida. Eu nunca tive vontade de ser mãe e acho que nao tenho vocação. Por ser filha única, sempre fui egoísta. Gosto muito de animais mas não sinto nenhum tipo de emoção ou ternura quando vejo uma criança. Sofro pressão familiar por ter me casado e não ter tido filhos ainda mas sou covarde pra admitir que ” não tenho vontade alguma” de ter um filho. Meu marido sabe e ja me passou pela cabeça algo assim: “Ele é lindo e eu podia querer ter um filho dele”. Só que a vontade tem que partir de mim também. Eu amo minha vida com meus 2 gatos e 2 cães e meu marido mas não tenho a menor vontade de ter um filho. Me sinto mal vista pela família do meu marido mas aposto que minha vida é bem mais divertida. Eu não sou financeiramente capaz de contratar uma babá e uma empregada pra sequer tomar um banho decente, portanto, sem dinheiro, filhos eu não quero; esse é mais um motivo.

    Curtir

  7. Luciana disse:

    Sou muito infeliz depois de me tornar mãe, todo dia eu queria poder voltar no tempo e ter sido mais responsável. Vivo em constante depressão.Odeio ser mãe e todo dia me controlo para que meu filho não perceba isso, pois não quero que ele cresça ouvindo isso de mim. Vida sofrida😐

    Curtir

  8. Isabel neves disse:

    Também não estou a gostar nada da experiência de ser mãe. Claro que gosto da minha filha mas a minha vida seria muito melhor sem ela. Se eu soubesse que iria ser assim…se alguém me tivesse avisado com certeza eu não a tinha tido.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s