Por que incomoda tanto quando mães questionam o paraíso onde padecem?

Clique na imagem para ler a reportagem do UOL TAB

uol tab

Anúncios

49 comentários sobre “Por que incomoda tanto quando mães questionam o paraíso onde padecem?

  1. Cansada disse:

    Olá,

    Gostaria muito de saber se existe algum grupo no Facebook em que eu possa expressar livremente e sem ser julgada por mães fanáticas minha alegria mas também minhas frustrações.
    Amar meus filhos mas detestar alguns desafios da maternidade me define.

    Quero encontrar um espaço em que eu possa expressar tudo isso sem ser visra como depressiva ou que vou violentar meus filhos porque ao contrário de muitas mulheres que dizem “amar incondicionalmente” eu sinto saudades de trabalhar, namorar e me cuidar como um ser humano, mas cuido muito bem deles.

    Curtir

    • Oi, existe, sim.
      Mas é secreto. Vou te mandar um e-mail pra você enviar seu perfil e a gente te adicionar no grupo.
      E pode deixar que lá é um espaço onde nos acolhemos. Todas tratamos muito bem nossos filhos, mas assim como você, às vezes sofremos com o fardo da maternidade.
      Beijo!

      Curtir

      • Sabrina disse:

        Pro favor me ajude, estão tomando depressivos e procurando meios para me matar na web. Se existe alguma forma de ajuda, um grupo ou algo assim me diga. Estou perdendo a paciência demais com meu filho de 1 ano e sei que a culpada sou eu … obrigada!.

        Curtir

      • MÔNICA LOBÃO disse:

        Oi Carol,
        Poderia me add nesse grupo também por favor?
        Se for completamente anônimo.
        Já tenho tristezas e desgostos demais para ainda ter pessoas julgando meus sentimentos.
        Odeio ser mãe e é o que sinto e pronto.
        Preciso de um lugar pra desabafar, pra poder falar livremente, porque sinceramente estou mais que cansada, já ultrapassei todos meus limites.

        Curtir

      • Nadine (Sou Fake) disse:

        Oi. Você pode me incluir no grupo também? Eu não odeio ser mãe, até gosto. Mas estou muito cansada, deprimida, choro todos os dias pelo cansaço e acúmulo de coisas: trabalho, estudo, maternidade… E ninguém para conversar.

        Curtir

      • Oi,
        Por enquanto ele está bloqueado por novos membros, pois tem dado muito problema. Muita gente entrando só por curiosidade ou indo só de espião pra dar print e expor as mães. Mas estou pensando em abrir um novo grupo onde eu vou gerenciar, para pode acolher vocês.

        Curtir

      • Oi,
        Por enquanto ele está bloqueado por novos membros, pois tem dado muito problema. Muita gente entrando só por curiosidade ou indo só de espião pra dar print e expor as mães. Mas estou pensando em abrir um novo grupo onde eu vou gerenciar, para pode acolher vocês.

        Curtir

      • Oi,
        Por enquanto ele está bloqueado por novos membros, pois tem dando muito problema. Muita gente entrando só por curiosidade ou indo só de espião pra dar print e expor as mães. Mas estou pensando em abrir um novo grupo onde eu vou gerenciar, para pode acolher vocês.

        Curtir

      • Oi,
        Por enquanto ele está bloqueado por novos membros, pois tem dando muito problema. Muita gente entrando só por curiosidade ou indo só de espião pra dar print e expor as mães. Mas estou pensando em abrir um novo grupo onde eu vou gerenciar, para pode acolher vocês.

        Curtir

    • Oi, Marilia
      Por enquanto estamos vetando a participação; a Kelly entrou no grupo e saiu rapidamente sem dar explicações, o que foi muito desrespeitoso da parte dela. Como é um grupo secreto, não podemos ficar nos expondo, afinal não gostar de ser mãe é um tabu e tem muita gente que pode se infiltrar só para nos prejudicar.
      Abraço.

      Curtido por 1 pessoa

  2. Ana disse:

    Bom dia, não tenho filhos e não pretendo tê-los. Gostaria de participar do grupo no facebook caso vcs permitam. O meu intuito é entender na real como funciona a maternidade e toda a questão da culpa que parece ser brutal nesse tipo de relação (mãe e filho(a)). Aguardo retorno. Grande abraço

    Curtido por 1 pessoa

  3. Hérica silva disse:

    Carol, eu hoje no dia do meu Aniversário me pego a procurar no Google “odeio ser mãe”
    Sou mãe há 4 anos, ouço muito em casa que não tenho o “dom”.
    Já me alto julguei por não ser a “mãe amavel”. Mas hoje eu entendo que não faço parte dessa romantização, eu não gosto de ser mãe!
    Gostaria de entrar no grupo, pois me sinto perdida e sozinha.
    Depois de muita luta consegui marcar um psicólogo… Mas acho que não vai ser útil

    Curtir

  4. Anônimo disse:

    Tenho uma bb d 2 meses e praticamente perdi a vontade de viver
    As vezes tenho vontade d deixar ela com meu marido e sumir
    Não qria isso pra minha vida estragou todos os meus planos
    Essa é a cruz q vou ter q carregar os resto da minha vida
    Q se continuar assim não vai ser muito longa

    Curtir

    • Lia disse:

      Eu tambem , me sinto assim.meu filho them 2 anos eu quero fugir eu odeio see mãe minha Vida era otima agora virou um.inferno e o tempo to so sendo julgada . queria ir embora e abandonar else mais não consigo as vezes eu penso em me matar e eu penso nisso pelomenls 3 vezes pot semana .

      Curtir

    • Polyxena disse:

      Oi eu não sou mãe, mas fiquei preocupada com vc pq tenho certeza de que seria assim que eu me sentiria se fosse mãe. Não tenho experiência pra te orientar mas tentando me por no seu lugar eu tentaria pensar que ainda sou uma mulher de vida independente, cuidaria do meu filho mas tentando o tempo todo manter uma coisa chamada “equilíbrio”, jamais tornar a vida dele uma extensão da minha. Amaria sim mas sempre usando esse equilíbrio para determinar: minha vida / sua vida.E certo que você perdeu parte de sua vida, sua liberdade, mas nem tudo está perdido, você ainda tem uma vida, invista o que puder nela para tentar ser feliz, você vai conseguir. Abraços.

      Curtir

  5. Dani disse:

    Já leram o livro “Porque te amo, não nascerás”? Em síntese, o livro fala sobre o egoísmo do genitor ao procriar e aborda o direito de não nascer sob a perspectiva do ser que será gerado. Está disponível na internet, repositório da UnB (Universidade de Brasília).

    Curtir

  6. Patricia disse:

    Olá, adorei encontrar esse blog… na verdade quem me indicou foi meu namorado. Pois é… sou mãe há exatos 13 anos e todos os posts e reportagens falam somente da rotina de um bebê. Desde que meu filho nasceu sofro como louca e me sinto uma péssima mãe, foi um acidente e fiz a opção de não ficar com o pai da criança. Me arrependi de ter cedido a pressão e ter tido ele. Como já devem imaginar, amo meu filho mas ser mãe é algo extremamente difícil… realmente não nasci pra isso e julgar e muito fácil pras pessoas e sofro sozinha. Obrigada Carol por ter tido a idéia de fazer esse espaço.

    Curtir

  7. Rosieide Andrade Marques disse:

    Moro numa cidade do interior, e eu disse meu esposo planejamos ter filhos depois de 8 anos juntos, péssima ideia…Tem dias que tenho vontade de colocar ela dentro da barriga..E me pego pensando como seria a minha vida sem ela.

    Curtir

  8. Ana Carolina disse:

    Tambem gostaria de participar do grupo no face. Ser mãe não é um conto de fadas, muito pelo contrário. Estou cansada. 90% do meu tempo é pro meu filho. Mal saio de casa. Tô cansada….Nem um banho decente consigo tomar, só de vez em quando…afff….isso ninguém conta….

    Curtir

  9. Searadetrigo disse:

    Boa noite. Sou portuguesa e ao fazer pesquisa encontrei este site… Não sei de nenhum outro, mas não interessa se é no Brasil ou em Portugal, porque o sentimento é o mesmo. Sou mãe há 4 anos e embora tenha sido tudo desejado e planeado, a minha vida… já não é vida. Tive depressão pós-parto e sinto-me sempre no limbo. A felicidade que tinha antes do meu filho nascer, não voltou mais. Sinto-me sozinha, com vontade de adormecer e não acordar mais… Mas não posso falar disto com ninguém… Choro muito sem poder desabafar… Sim, é tão bom saber que não somos “aberrações” e que há quem sinta como nós. Beijos

    Curtir

  10. Ana Paula disse:

    Olá gostaria de participar desse grupo, o meu caso é meio complexo
    pois tenho 3 filhos e poderia nem me descabelar a pensar ás vezes que me decepciono com a maternidade se minha vida fosse um pouco mais fácil.
    Eu fico sozinha com eles a semana inteira, meu marido só vem aos fds , eu não tenho ninguém pra me ajudar com eles , tudo sou eu, roupa comida casa, escola, fora o fato de não sair não ter amizades , enfim coisas que pessoas comuns de 28 anos fazem por ai, é cansativo e as vezes, me questiono mesmo, do que fiz na minha vida,e o rumo que isso irá seguir.
    Sou mãe deles amo, mais há certos momentos que reflito muito sobre o que essa experiência tripla de ser mãe me acarretou.

    Curtir

    • Oi,
      Por enquanto ele está bloqueado por novos membros, pois tem dado muito problema. Muita gente entrando só por curiosidade ou indo só de espião pra dar print e expor as mães. Mas estou pensando em abrir um novo grupo onde eu vou gerenciar, para pode acolher vocês.

      Curtir

  11. Lais disse:

    Olá, gostaria de participar deste grupo. Meu bebê tem quase 1 ano e não consigo criar um vínculo com ele, ao menos acho que não do jeito que se espera. Ele é muito fofo e me dá vontade de apertar muito. Amo ele, mas ao mesmo tempo penso em sumir do mapa todos os dias. Leio muito sobre o que leva uma mãe ao abandono de lar (finanças, amantes, abuso na infancia). Nada disso se aplica a mim. Amo meu marido, mas a relação está em perigo. Nem sexo acontece, 2 vezes desde o nascimento. Consome muito meu tempo e energia, competimos constantemente sobre quem trabalhou mais no dia. Quando eu não durmo direito por 2 dias quase mato alguém. Tá difícil demais. Preciso desabafar.

    Curtir

    • Oi,
      Por enquanto ele está bloqueado por novos membros, pois tem dado muito problema. Muita gente entrando só por curiosidade ou indo só de espião pra dar print e expor as mães. Mas estou pensando em abrir um novo grupo onde eu vou gerenciar, para pode acolher vocês.

      Curtir

  12. Josiane Tavares disse:

    Oi,
    Tenho 38 anos e sou casa h]a um ano e nao sei se quero ser mae. O meu marido nao quer ter filhos mas a pressao que sinto por parte das pessoas no trabalho, na familia e amigos ]e muito grande. Por vezes fico pensando se existe algum problema comigo ou se vou arrepender/me de nao ter filhos…

    Curtir

    • quer um conselho se vc tem duvidas não tenha! não ceda pressão de ninguém, por que na hora que vc estiver de saco cheio de ser mãe, são essas mesmas pessoas que vão te atirar pedra! se seu marido não quer melhor ainda! vc não e anormal, pessoas que não desejam ser mães e escolhem não ser são maduras, essa questão de medo de se arrepender a gente tem mesmo, por que as pessoas ficam falando isso no nosso ouvido, eu sei que vou sentir falta de alguma visita na velhice, mais não posso ser mãe se acho a maternidade uma merda, por que vou sofrer muito até lá, vou olhar pra trás e pensar eu não nasci pra ser mãe mesmo kkkkkk

      Curtir

  13. Raquel disse:

    Olá, se ainda existir o grupo secreto eu gostaria de participar. Sempre tive problemas com a maternidade. Mas sabem como é. Se não for pagando um bom terapeuta você não tem com quem conversar.

    Curtir

  14. Bi disse:

    Ainda é possível entrar nesse grupo? Não quero ser mãe, mas gostaria de dividir com vocês minha história… talvez ajude àquelas que estão em dúvida sobre ser mãe, ou se sentindo pressionadas por fatores externos a serem mães…

    Curtir

    • Oi,
      Por enquanto ele está bloqueado por novos membros, pois tem dado muito problema. Muita gente entrando só por curiosidade ou indo só de espião pra dar print e expor as mães. Mas estou pensando em abrir um novo grupo onde eu vou gerenciar, para pode acolher vocês.

      Curtir

    • Oi,
      Por enquanto ele está bloqueado por novos membros, pois tem dado muito problema. Muita gente entrando só por curiosidade ou indo só de espião pra dar print e expor as mães. Mas estou pensando em abrir um novo grupo onde eu vou gerenciar, para pode acolher vocês.

      Curtir

    • Oi,
      Por enquanto ele está bloqueado por novos membros, pois tem dando muito problema. Muita gente entrando só por curiosidade ou indo só de espião pra dar print e expor as mães. Mas estou pensando em abrir um novo grupo onde eu vou gerenciar, para pode acolher vocês.

      Curtir

  15. Odeio ser tia disse:

    Oii, eu não sou mãe, porém eu sou tia, as vezes fazendo papel de mãe, agora nem tanto porque como minha sobrinha está na escolinha, resolvi viver minha própria vida…entretanto Não foi fácil três anos atrás, esses três anos foi muito desafiador pra mim, foi tanto q eu até peguei trauma disso! A minha irmã separou do marido dela, foi morar com meus pais e comigo, e trouxe a minha sobrinha junto é claro…depois que minha irmã começou a trabalhar, eu q tive a responsabilidade de cuidar da minha sobrinha, minha mãe me ajudava as vezes, mas como ela trabalhava e era muito difícil eu lidar com minha sobrinha sozinha em casa, então eu levava na minha vó, na qual ela me ajudou muito durante a tarde inteira até de noitinha, ae eu levava ela de volta pra casa…dae minha mãe me ajudava cuidar, mas quem dava papá, brincar e colocar pra dormir era eu…cada vez q minha sobrinha crescia, ela piorava o comportamento dela, as birras, bater na gente…e no final de semana q era pra minha irmã mesmo cuidar, ela vai pra baladinhas dela e deixa a menina comigo! Eu não aceitava porém ficava quieta…pq eu era tonta, evitava conflitos…cada vez eu me estressava, é como se eu tivesse presa em uma responsabilidade q não era minha. Essa tal responsabilidade só piorou de vez depois q minha vó morreu! Nossa! Ae q eu pirei de vez…foi 6 meses de quase depressão, só não foi graças ao meu namorado q me dava apoio, é como se fosse válvula de escape no final de semana, e como ficava com meu namorado no final de semana minha irma não podia mais sair…minha mãe q não ia ficar com minha sobrinha pq ela não pára com ela… Agora lendo as historias de arrependimento de ser mãe, eu entendo, na vdd eu tive uma grande empatia…porque sei muito bem como é, e de fato eu tbm odeio ser mãe…ta bom to reclamando de barriga cheia, só pq eu sou tia, tive muita ajuda e blá blá blá, mas mesmo com toda ajuda, não é facil, pq mexw muito no psicológico da gente…por isso não quero ter filhos e odeio ser mãe…

    Curtir

  16. Giuli disse:

    Não sabia que existia um grupo assim. Achei que fosse a única em depressão desde o dia em que soube estar grávida. Perdi o emprego dos meus sonhos por ter engravidado. Eu era comissária da Emirates, viajando o Mundo TODO, sempre em hotéis 5 estrelas. Só não fui presa junto com a perda do trabalho, porque sou casada. E, aliás, casei por pressão psicológica do pai do bebê – bebê esse que agora está na minha barriga há dois meses. Ainda não me sinto grávida. Me sinto invadida. Engravidei na lua de mel, por descuido do pai, uma vez que havíamos combinado que ele usaria formas de evitar a gravidez – eu estava tendo reação alérgica a medicamento. Tenho fé de que ainda ficarei feliz em ter um filho. Não aborto porque é expressamente conta minha religião, mas procurei todos os meios de forçar um aborto espontâneo. Mas… O feto continua saudável e bem. Cada vez que vou ao banheiro torço para estar sangrando, mas não. Está tudo bem. Tanta mulher gastando tempo e dinheiro pra engravidar, porque quem não quer, engravida na primeira? Quero muito pensar que isso é um presente de Deus e uma bênção como todos me dizem. Tenho ido à psicóloga. Alguém conseguiu vencer esse sentimento de frustração por ter engravidado?
    Obrigada pelo espaço

    Curtir

  17. Adriana disse:

    Oi me add se for possível,tenho 2 meninos eles me deixam a ponto de eu me dar um tiro na minha cabeça não aguento mais. A culpa não é deles…
    eu sou muito estrada e nervosa preciso de ajuda .

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s